Página Principal Matérias Notas AS 7 PRIMEIRAS PALAVRAS DA BIBLIA

 

Image

Em estudo anterior falamos sobre o 6 e o 7 e que DEUS "CONHECE O FIM DESDE O PRINCIPIO". Será que existe alguma profecia oculta no primeiro versículo da Bíblia? O que veremos a seguir pode parecer imaginação demais, porém as coincidências são tantas que seria ingenuidade (ou incredulidade mesmo) desprezá-las!

01 - 7 PALAVRAS - O versículo mais importante sobre a origem do Universo foi escrito com apenas 7 palavras. Mas somente isso não seria razão nenhuma para chamar nossa atenção, se não fossem as outras coincidências envolvendo múltiplos de 7.

a) NO PRINCIPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA (Gênesis 1.1) - No original hebraico foi escrito assim:


Image

(Uma pequena observação minha: em Hebraico se lê da direita para esquerda  e ainda o sinal que parece um apóstrofo também é uma letra como verá abaixo no quadro: iúd-iód).


b) O primeiro versículo da Bíblia, o versículo mais importante sobre a origem do Universo foi escrito no original hebraico com 7 palavras e exatamente 28 letras, que é 4 x 7, e é também a soma dos 7 primeiros algarismos (1+2+3+4+5+6+7).

c) O versículo divide-se em duas porções iguais: As três primeiras palavras (NO PRINCIPIO CRIOU DEUS) possuem exatamente 14 letras (2 x 7); e as últimas palavras (OS CÉUS E A TERRA) também.

d) Os três substantivos do texto (DEUS, CÉUS E TERRA) possuem ao todo 14 letras (2 x 7): E o restante também tem 14 letras:

e) A segunda parte do versículo divide-se em duas partes iguais: a primeira parte (OS CÉUS) contém exatamente 7 letras; a segunda parte (E A TERRA) também contém 7 letras. Isso seria por simples acaso?

f) A palavra CENTRAL do versículo, quando juntada com a palavra da direta (DEUS) forma 7 letras; e quando agrupada com a palavra da esquerda (CÉUS) forma também 7 letras.

Perguntamos novamente: Isso seria por acaso?

02 - MAIS SEGREDOS NUMÉRICOS OCULTOS EM GÊNESIS 1.1 - Esse primeiro versículo foi trabalhado numericamente, de forma perfeita, e tudo segundo o padrão 7. Por quê? Se olharmos mais profundamente iremos descobrir mais preciosidades numéricas. Os hebreus (assim como os gregos) não possuíam sinais para representar os números, e por isso usavam letras do alfabeto. Eles criaram um sistema de numeração usando as 22 letras do seu alfabeto, da seguinte forma: as letras eram numeradas de 1 a 10, de 10 a 100 e de 100 a 400. Assim sendo, todas as palavras hebraicas e gregas possuem um valor numérico (É por isso que em Apocalipse 13.18 se exorta a calcularmos o valor do nome da Besta). Os estudiosos antigos chamavam isso de Gematria (aguardem o próximo estudo sobre a Gematria e o nome William Marrion Branham). Com estas novas informações em mente, vamos agora desvendar mais mistérios numéricos em Gênesis.
  

PROVA: VEJA ABAIXO O ALFABETO HEBRAICO E SEUS VALORES NUMÉRICOS


Image

a) As 7 primeiras palavras da Bíblia tem os seguintes valores em hebraico:

Image

b) A primeira surpresa encontramos nas três palavras principais do texto (DEUS, CÉUS e TERRA). Somando-se DEUS (86) + CÉUS (395) + TERRA (296), teremos exatamente: 777. Isso indica, de forma incontestável que o Universo só será perfeito no dia em que DEUS, CÉUS e TERRA estiverem unidos.

Não haverá perfeição se somente Deus e Céus estiverem juntos (a soma dos dois é 481 e esse número NÃO É múltiplo de 7);

Não haverá perfeição se Deus estiver unido à terra e separado do Céu (DEUS + TERRA dá 382, e esse número NÃO É múltiplo de 7);

Não haverá perfeição se o Céu estiver unido à Terra, SEM a presença de Deus (Isto é impossível, e numericamente também é significativo: CÉU + TERRA dá 691, que NÃO É múltiplo de 7).

A harmonia só acontecerá quando ocorrer a seguinte equação: 

Image

c) A segunda surpresa - O valor das três palavras nos levou ao número 777. E se somarmos as palavras pelo número de ORDEM? Todas as letras obedecem a uma determinada ordem numérica no alfabeto. Por esse método os três substantivos de Gênesis 1.1, tem os seguintes valores

Image

Vemos novamente, mais uma coincidência numérica, pois 147 é 21 x 7.

d) Terceira surpresa: A soma das letras (cujo número de ordem é PAR) é igual a 70; e a soma das letras de ordem impares é 77. Tudo isto seriam apenas coincidências?

e) Quarta surpresa: O primeiro nome de Deus a revelar-se na Bíblia (ELOHIM), no original hebraico tem 5 letras, o valor numérico é 86 e o valor (pelo número de ordem das letras) é 41. O surpreendente é que, se somarmos 7 + 77 + 777 + 7777 + 77777, teremos o número 86415, ou seja, 86 (valor de ELOHIM), 41 (valor de ordem) e 5 (quantidade de letras, no original). Será que devemos considerar tudo isso apenas uma coincidência?

03 - O ENCONTRO DO NÚMERO 3 COM O NÚMERO 7- Quando somamos todas as 7 palavras de Gênesis 1.1, descobrimos que o valor não é divisível por 7, e sim por 37. Isso nos leva ao descobrimento de outros tesouros numéricos ocultos no primeiro versículo da Bíblia.

a) Os números que mais aparecem na Criação de Deus são o 3 e o 7. Como já temos visto em estudos anteriores as várias coleções de 7 na Criação (os 7 dias, os 7 comentários de Deus, etc.), vejamos agora sobre o número 3.

Está escrito 3 vezes que Deus "criou" (Gn 1.1,21 e 27);

3 vezes diz que Deus "fez" (Gn 1.7,16,25);

3 vezes Deus nomeia as coisas (Gn 1.5,8,10);

3 vezes Deus separa ou divide (Gn 1.4,7,18);

3 vezes Deus abençoa (Gn 1.22,28 e 2.3);

Deus criou 3 tipos de vida (vegetal, animal e humana), etc.

Em toda a Bíblia as coleções que mais aparecem envolvem os números 3 e 7.

b) Se juntarmos 3 com 7, criaremos dois números primos (divisíveis só por si mesmo e pela unidade). Os números são 37 e 73. Qual o valor total do primeiro versículo da Bíblia? Somando as 7 palavras (913 + 203 + 86 + 401 + 395 + 407 + 296), teremos o valor 2701, que é um múltiplo exato de 37, mas não um múltiplo qualquer. É o resultado da multiplicação de 37 por 73 (ele mesmo, ao contrário).

c) Toda ênfase que se der a isso será pouca - as palavras de Gênesis 1.1 foram escolhidas de maneira a dar um valor total que fosse ao mesmo tempo o produto de 37 por ele mesmo ao contrário. Por quê?

d) Novas surpresas: Somando 2701 com o seu contrário (1072) teremos o incrível valor de 3773 (novamente eles). E acontece que 3773 é a mesma coisa de 7 x 7 x 77. Tente encontrar outro número com tais características! 



Image

e) O valor dos 3 substantivos (DEUS + CÉUS + TERRA) é 777 e, pelo número de ordem, é 147. Qual a outra relação interessante entre esses números? 

Image

Observem os encontros de 3 e 7.

04 - UM ESQUEMA DE 37 DENTRO DE GÊNESIS 1.1

a) As primeiras 5 palavras da Bíblia (traduzidas por: NO PRINCIPIO CRIOU DEUS OS CÉUS) tem o valor de 1998 (isto é 54 x 37).

b) Essas 5 palavras possuem 21 LETRAS (3 x 7).

c) As duas últimas palavras (E A TERRA) são 7 letras e o valor numérico 703 (que é 19 x 37).

d) Juntando o maior valor das 7 palavras com o menor, teremos: 

Image

e) Se juntarmos DEUS + CÉUS, teremos outro múltiplo de 37. 

Image

f) Uma surpresa nas três palavras centrais (DEUS + OS + CÉUS). 

Image

g) Se somarmos o valor das palavras que se encontram no INICIO, MEIO e FIM das 7 palavras, descobriremos o seguinte:

?????? (valor 913) + ?? (valor 401) + ???? (valor 296) = 1610 (230 x 7)

h) Se multiplicarmos as 7 palavras entre si, teremos um produto, o qual, se for dividido em grupos de 3 algarismos e somados depois, darão o mesmo valor da soma total das primeiras palavras da Bíblia.

A PROVA: 

Image

i) Outra singularidade das primeiras cinco palavras - Mesmo alterando-se as ordens de seus algarismos, o resultado permanece o mesmo. 

Image

Qual a razão de tantos malabarismos matemáticos em Gênesis 1.1? Particularmente creio que é uma maneira de Deus mostrar aos homens (especialmente aos céticos) que a Bíblia não foi fruto da imaginação humana.

j) O número 913.203.086.401.395.407.296 (ou seja, os valores das 7 palavras iniciais da Bíblia) é um múltiplo exato de 37. É 37 x 24.681.164.497.335.011.008. Se somarmos esse número 24.681.164.497.335.011.008 algarismo por algarismo (2 + 4 + 6 + 8 + 1 + ...+ 8) teremos 73. Qual a explicação para essa incrível estrutura numérica na Bíblia? Por que 3 e 7 sempre aparecem juntos?

k) E se somarmos esse número em grupos de 3 (024 + 681 + 164 + 497 + 335 + 011 + 008), teremos o valor 1720, que é o anagrama do número 2701.

l) Mas 1720 é também o múltiplo de 86, ou seja, 20 x 86, e 86 é o valor do nome de Deus no primeiro versículo da Bíblia. E se dividirmos 1720 ao meio e somarmos as duas metades (17 + 20), teremos novamente 37. Por que todas essas coincidências?

m) Mais uma trama do 3 e do 7. A soma dos 7 grupos de 3 (3 + 33 + 333 + 3333 + 33333 + 333333 + 3333333) é igual a 3.703.701; a soma dos 7 primeiros grupos de 7 (7 + 77 + 777 + 7777 + 77777 + 777777 + 7777777) é igual a 8.641.969. Agora, somando-se os dois resultados, teremos: 3.703.701 + 8.641.969 = 12345670 (exatamente os 7 primeiros algarismos na ordem
lógica).

Fontes de pesquisa: A Bíblia Sagrada edição anotada pelo Dr. Scofield. Sociedade Bíblica do Brasil. Aprendendo o Grego do Novo Testamento por John H. Dobson, 1ª edição 1994.Dicionário Judaico de lendas e tradições. Alan Unterman. Editora Jorge Zahar. 1994. O Novo Testamento grego analítico. Editado por Bárbara Friberg e Timothy Friberg. 1987. Textos de Moacir Morganne.  

 Pastor Sérgio Ricardo
















 

Buscar no site

Portuguese Afrikaans English French German Italian Spanish
Voltar ao Topo