Culto de Santa Ceia – 01.09.2019

Pr. Lindomar Cirqueira

Escritura: Genesis 22: 15 – 18

            “Então o anjo do Senhor bradou a Abraão pela segunda vez desde os céus,E disse: Por mim mesmo jurei, diz o Senhor: Porquanto fizeste esta ação, e não me negaste o teu filho, o teu único filho,que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos;E em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à minha voz.”


            O irmão Branham na mensagem “O Patriarca Abraão”, disse que quando Deus chamou Abraão, Ele não o chamou por ser um homem excepcional, pois Abraão era um homem comum, um fazendeiro que cuidava de animais e plantações. Foi predestinação. Antes de Abraão sair da Babilônia, Ele o tirou da bagunça da Torre de Babel, tirou Moisés da confusão do Egito, tirou Jesus da confusão dos fariseus, assim como tirou o irmão Branham da confusão das denominações. E assim como Deus agiu com Abraão, Ele agiu com a sua semente.

            Quando Deus tirou Abraão, ele ainda estava misturado com seu pai e com Ló. Quando Deus tirou Israel do Egito, Israel foi batizado no mar, batizado em Moisés e na Nuvem, mas eles ainda estavam cometendo erros. Jesus Cristo passou por etapas, batismo nas aguas, santificação na sua morte e ressurgiu cheio do Espírito Santo na terceira etapa. A mesma coisa acontece nas Eras da Igreja. Lutero com a justificação, João Wesley com santificação, e na era de Laodicéia com o batismo do Espírito Santo. E assim como muitos não quiserem passar para a terceira etapa em Israel, a qual é a travessia do Jordão, que significa morte, Laodicéia não quis aceitar a terceira etapa.

            Deus está nos provando, pois Ele quer que você dê um passo mais alto. Deus queria que Abraão desse um passo mais alto. Deus quer que a Semente de Abraão dê um passo mais alto. Nós vimos um profeta, nós vimos o Filho do Homem manifestado em um profeta. Nós vimos Deus.

            “Ele começou a posicionar Seus filhos. Martinho Lutero pregou justificação. Anos, anos e anos depois veio a santificação. Anos, anos e anos depois veio o batismo do Espírito Santo, mas logo após os Pentecostais fizeram a mesma coisa que os outros fizeram, então Ele começou a puxar Seus filhos que se posicionaram pela Sua verdade. E Ele lhe deu algo especial: o engrandeceu diante do povo com algo que lhe deu destaque, vejam: o posicionou.” (O Pacto da Graça de Abraão, paragrafo 149)

            Esse filho que o irmão Branham está falando é o próprio profeta. E nós viemos através do profeta, somos filhos dessa Mensagem. Somos a Semente Real de Abraão depois dele, então a promessa é para nós.

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -