ImageBaruch Spinoza, filósofo do século XVII, permitam-me a citação, dizia:"O MEU DIREITO VAI ATÉ ONDE O MEU PODER O PERMITE". A princípio, parece contraditório, uma vez que se pensa em um estado ou condição de liberdade em todos os níveis. 
Na maneira de pensar comum, a frase é a seguinte: " O MEU DIREITO VAI ATÉ ONDE O DIREITO DO OUTRO COMEÇA".
Na realidade, isto é uma bazófia, uma mentira , tendo em vista que quem detém o poder detém o direito. Em II Coríntios 3:17, está escrito: "…ONDE ESTÁ O ESPÍRITO DO SENHOR AÍ HÁ LIBERDADE". É uma expressão enfática de São Paulo, no entanto, quando se propõe inclinação para um domínio humano, ela deixa de existir. Não se pode falar, contraditar, claro; dentro dos limites que o profeta nos coloca, leia o parágrafo 104 da mensagem HUMILHA-TE. Quando ministros se reúnem, pressupõe-se que haverá pontos para ajustes, debates,entendimentos. Sempre a mensagem do Profeta assumirá o caráter definitivo e equilibrador em qualquer reunião onde haja a LIBERDADE DO ESPÍRITO."…HÁ PONTOS DIFÍCEIS…", disse São Pedro, no entanto, O ESPÍRITO SANTO possui homens capazes e dotados por ELE mesmo para equilibrar qualquer situação. Onde está o QUÍNTUPLO DE EFÉSIOS ? Será um homem, um grupo? Qual grupo? Polêmica e atitudes políticas diferenciam qualquer grupo, que se assume "equilibrado" , do QUÍNTUPLO DE EFÉSIOS que o irmão Branham fala na mensagem PONDO-NOS AO LADO DE JESUS. Mas o que é DESABAFAR? Houaiss nos diz: " DIZER O QUE (SE) SENTE OU PENSA". Fica a pergunta: em qual nível? Pessoal ou doutrinário? Se doutrinário, temos o direito de discordar sem a pecha de ser chamado de ISMO. Se pessoal, cabe-nos, como ministros de Cristo, sermos no mínimo EQUILIBRADOS, no trato e na maneira de se dirigir ao outro. Penso que a forma como alguns, diria eu, a maioria dos pregadores se dirigem ao povo "excitam" suas mentes e aí sim, temos a discórdia em seu sentido negativo. Permitam-me uma citação: Max Weber, grande sociólogo, em seu livro LE SAVANT ET LE POLITIQUE, não sei se já o traduziram para o português, diz o seguinte ," NUM ANFITEATRO, O PROFESSOR TEM A PALAVRA, MAS OS ESTUDANTES SÃO CONDENADOS AO SILÊNCIO", por tal, Weber ACHAVA QUE A PROFISSÃO IDEOLÓGICA deveria ser partilhada e não polarizada por uma ala ou por outra. Quem tem o microfone tem a maior arma que pode existir no sentido de formar opiniões. Volto ao meu primeiro raciocínio com outras palavras:"QUEM DETÉM O MICROFONE DETÉM O PODER". É possível ser civilizado e até cortês defendendo pontos conflitantes, ser simples, sem ser ignorante. Alguém, que não quero declinar o nome , certa feita escreveu:"A MAIORIA ABSOLUTA CORRE O RISCO DO ERRO ABSOLUTO".Falar que o irmão Branham manifestou o ministério do FILHO DO HOMEM sem ser o FiLHO DO HOMEM é no mínimo desconhecer a mensagem, leia A FESTA DAS TROMBETAS 266. O TEMPO É AGORA, dizia o irmão Branham. Sobre o sangue, o irmão Branham diz na mensagem O SINAL(EUA) 217: "…NÃO É A QUÍMICA, MAS O ESPÍRITO!". O irmão Branham diz neste mesmo parágrafo que "DEUS E CRISTO SÃO A MESMA PESSOA, O ESPÍRITO FOI FEITO CARNE E HABITOU ENTRE NÓS". Para alguns pastores, o ano em que estão vivendo ainda é 325 D.C e o local é Nicéia. Profecia não é desabafo, profecia é o ministério da NOIVA revelada em Apocalipse 10:8-11. É interesse do diabo afastar o povo do 7º SELO, quanto mais bazófia e blá-blá-blá melhor. Ouvi um pregador se referir aos CITAS, COMO OS CELTAS QUE ORIGINARAM OS RUSSOS.Não sei em qual livro de "HISTÓRIA" ou "GEOGRAFIA" SE CONFIRMA ISSO, UMA VEZ QUE OS CELTAS COLONIZARAM A FRANÇA E A INGLATERRA, NADA TENDO DE LIGAÇÃO COM OS RUSSOS. OS RUSSOS SÃO ORIUNDOS DE UM GRUPO CHAMADO BALTO-ESLAVO, leia a revista SUPER INTERESSANTE,pág. 64 de ABRIL 2006. A. MALCOT escreveu: "NÃO TENHO MEDO DAS PERGUNTAS DIFÍCEIS; TENHO PAVOR É DAS RESPOSTAS SIMPLISTAS". Não falemos em democracia, pois creio que ela não se ajusta, pelo menos em seu sentido etimológico, em um plenário de pastores, mas a censura cheira a inquisição e como é fácil marcar a igreja dos outros ,que discordam de nós, de ISMO. Deixo a pergunta: O QUE É PIOR, SER ISMO OU DENOMINAÇÃO?. Pr. Sérgio Ricardo

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -