mat-pecado-01

O tom da incredulidade 

A  dúvida não se alia à fé, são opostas e não coincidem. A fé não questiona e sequer interpreta as Ordens de Deus. Mesmo com semelhança de cristianismo, os que duvidam da Palavra, fazem resistência a Deus e enganam-se ao pensarem crer na Mensagem de William Branham. Leiamos a história relatada em II Reis 13:

  1. No ano vinte e três de Joás, filho de Acazias, rei de Judá, começou a reinar Jeoacaz, filho de Jeú, sobre Israel, em Samaria, e reinou dezessete anos. 2  E fez o que era mau aos olhos do SENHOR; porque seguiu os pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel; não se apartou deles.3  Por isso a ira do SENHOR se acendeu contra Israel; e entregou-os na mão de Hazael, rei da Síria, e na mão de Ben-Hadade, filho de Hazael, todos aqueles dias. 4  Porém Jeoacaz suplicou diante da face do SENHOR; e o SENHOR ouviu; porque viu a opressão de Israel, pois o rei da Síria os oprimia.5  E o SENHOR deu um salvador a Israel, e saíram de sob as mãos dos sírios; e os filhos de Israel habitaram nas suas tendas, como no passado 6  (Contudo não se apartaram dos pecados da casa de Jeroboão, com que fez Israel pecar; porém ele andou neles e também o bosque ficou em pé em Samaria). 7  Porque não deixou a Jeoacaz, do povo, senão só cinqüenta cavaleiros, dez carros e dez mil homens de pé, porquanto o rei da Síria os tinha destruído e os tinha feito como o pó, trilhando-os.8  Ora, o mais dos atos de Jeoacaz, e tudo quanto fez, e o seu poder, porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Israel? 9  E Jeoacaz dormiu com seus pais, e o sepultaram em Samaria; e Jeoás, seu filho, reinou em seu lugar.10  No ano trinta e sete de Joás, rei de Judá, começou a reinar Jeoás, filho de Jeoacaz, sobre Israel, em Samaria, e reinou dezesseis anos.11  E fez o que era mau aos olhos do SENHOR; não se apartou de nenhum dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, com que fez Israel pecar, porém andou neles.12  Ora, o mais dos atos de Jeoás, e tudo quanto fez, e o seu poder, com que pelejou contra Amazias, rei de Judá, porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Israel? 13  E Jeoás dormiu com seus pais, e Jeroboão se assentou no seu trono; e Jeoás foi sepultado em Samaria, junto aos reis de Israel.

II Reis 13

A questão é que o poder e a fama sobem à cabeça dos líderes, criam domínios e esquecem a Palavra ordenada de Deus. O ministério do irmão Branham , predestinado desde a fundação do mundo, desenvolveu-se ao ponto de manifestar o ministério do Filho do Homem que é Jesus. Revelação de segredos dos corações e curas, não se configuram no ápice do ministério do profeta, sim a abertura dos sete selos. Tal qual Paulo, irmão Branham sofreu a rejeição por manter-se fiel à Revelação. A resistência maior que a Palavra sofre é dos que professam crer no profeta e que negam a eficácia do cumprimento de Apocalipse 10:7. O dogma da trindade é patente nos procrastinadores da Mensagem, falam até em 5 deuses, mais que 3 deuses como alardeia o mundo denominacional. Fato é que não consideram a Revelação dos selos e se firmam em dogmas requentados de confissões denominacionais.

A palavra Pecado é um termo comumente utilizado em contexto religioso, descrevendo qualquer desobediência à vontade de Deus; em especial, qualquer desconsideração deliberada das Leis Divinas. No hebraico e no grego comum, as formas verbais (em hebr. hhatá; em gr. hamartáno) significam “errar”, no sentido de errar ou não atingir um alvo, ideal ou padrão. Em latim, o termo é vertido por peccátu.

mat-pecado-02

falecom@avozdedeus.org.br


- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -