jo01O Livro de Jó ou Job é um dos livros sapienciais do Antigo Testamento e da Tanakh, vem depois do Livro de Ester e antes do Livro de Salmos. É considerada a obra prima da literatura do movimento de Sabedoria.

 

jo01

O problema do sofrimento no Livro de Jó

 

O Livro de Jó ou Job é um dos livros sapienciais do Antigo Testamento e da Tanakh, vem depois do Livro de Ester e antes do Livro de Salmos. É considerada a obra prima da literatura do movimento de Sabedoria. Também é considerada uma das mais belas histórias de prova e fé. Conta a história de Jó, onde o livro mostra que era um homem temente a Deus e o agradava.

 

Amigos ?

 jo02

No prólogo nós temos o pensamento de que o sofrimento é um teste do caráter. Esse teste Jó resistiu. “Em tudo isto Jó não pecou nem acusou a Deus de nenhuma loucura”.Jó tinha três amigos especiais: Elifaz, da região de Temã, Bildade, da região de Suá, e Zofar, da região de Naamá. Eles ficaram sabendo das desgraças que haviam atingido o amigo e combinaram fazer-lhe uma visita na região de Uz, onde ele morava, para falar como estavam tristes pelo que lhe havia acontecido e para darem um pouco de consolo e ânimo (Jó 2.11). Mais tarde, outro amigo, Eliú, mais jovem que os outros, juntou-se a eles para fazer a mesma coisa (Jó 32.1-5).

O leitor faça suas próprias avaliações sobre a sabedoria e a eficácia desse consolo, lendo pelo menos as frases a seguir retiradas de seus discursos. Todavia, é bom avaliar também o seu próprio discurso em situações semelhantes.

 

jo03 

Elifaz, de Temã

“Pense bem! […] Suas palavras davam firmeza aos que tropeçavam; você fortaleceu joelhos vacilantes. Mas, agora que se vê em dificuldade, você desanima; quando você é atingido, fica prostrado” (4.3-5).

“Reflita agora: Qual foi o inocente que chegou a perecer? Onde os íntegros sofreram destruição? Pelo que tenho observado, quem cultiva o mal e semeia a maldade, isso também colherá” (4.7-8).

“Você sufoca a piedade e diminui a devoção a Deus” (15.4).

“O ímpio sofre tormentos a vida toda” (15.20).

 “Você agitou os punhos contra Deus e desafiou o Todo-poderoso, afrontando-o com arrogância, com um escudo grosso e resistente” (15.26).

 

Bildade, de Suá

“Até quando você vai falar desse modo? Suas palavras são um grande vendaval!” (8.2)

 “[Assim como o papiro mal cresce e, antes de ser colhido, seca-se, mais depressa que qualquer grama] esse é o destino de todo aquele que se esquece de Deus” (8.13).

“Quando você vai parar de falar? Proceda com sensatez, e depois poderemos conversar” (18.2).

“A lâmpada do ímpio se apaga, e a chama do seu fogo se extingue” (18.5).

“A calamidade tem fome de alcançá-lo; a desgraça está à espera de sua queda e consome partes da sua pele” (18.12).

 

Eliú, o jovem

“Neste mundo não há ninguém como Jó, para quem é tão fácil zombar de Deus como beber um copo de água. Ele anda com homens maus e se ajunta com gente que não presta” (34.7, NTLH).

“Se você não aceita o que Deus faz, como espera que ele faça o que você quer?” (34.33, NTLH.)

“Jó é pecador, um pecador rebelde. Na nossa presença, zomba de Deus e não pára de falar contra ele” (34.37, NTLH).

“Jó, você não tem o direito de dizer que para Deus você é inocente” (35.2, NTLH).

“Não adianta nada continuar o seu discurso; você fala muito, porém não sabe o que está dizendo” (35.16, NTLH).

“Você está sofrendo por causa da sua maldade; cuidado, não se volte para ela!” (36.21, NTLH.)

 

Fonte : In http://www.ultimato.com.br/

 

A lição

Lembre-se, nosso Deus é cheio de misericórdia (Tg 5:10-11). Se nós servimos a Cristo por algum motivo qualquer que não seja por Ele mesmo, estamos arrumando encrenca. Graças a Deus por aqueles que servem ao Senhor porque Ele é digno. Um homem pecaminoso nunca tem direito de exigir explicações de Deus: “As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei” (Dt 29:29). Quando as tempestades das provações vêem, temos que adorar ao Senhor!”

jo04 

falecom@avozdedeus.org.br

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -