O sistema denominacional possui um ardil demoníaco: a dúvida. Óbvio que a dúvida não anda com a fé, a dúvida anda com o homem. O homem que assume o lugar de Deus é anticristo, não há outra assertiva. Quando o SOM da Mensagem do precursor do Filho do Homem, William Branham, chegou ao Brasil, foi de forma alvissareira e encontrou solo fértil para se desenvolver. 

 

Muitos não Crêem na Terceira Puxada e não crerão

         O sistema denominacional possui um ardil demoníaco: a dúvida. Óbvio que a dúvida não anda com a fé, a dúvida anda com o homem. O homem que assume o lugar de Deus é anticristo, não há outra assertiva. Quando o SOM da Mensagem do precursor do Filho do Homem, William Branham, chegou ao Brasil, foi de forma alvissareira e encontrou solo fértil para se desenvolver. Muitos ministros e irmãos de diferentes lugares creram, todavia, a rapinagem denominacional logo entrou. Usa aquilo, não usa aquilo, “olha, é dessa forma, não, é dessa forma”.  Após quase 4 décadas no Brasil, a Mensagem sofre o ataque de pseudolideres e homens maus que confundem a cabeça do povo com fantasias e mentiras que não é outra coisa senão o diabo. 

         A realidade do Sétimo Anjo –Cristo, Esse a entregar os 7 Selos abertos para o sétimo anjo de Apocalipse 10:7 é uma realidade. William Branham em fins de março de 1963 pregou a abertura dos Selos aos crentes. Agora afirmo, não comporta interpretação dos sabichões e intelectualóides que se fazem maior do que são. Um certo pregador, desses aventureiros, que afirma crer na Abertura da Palavra, disse que não há pastor. Interessante a afirmação do pregador, sendo que ele ama o dízimo que recebe, dízimo é para pastores. “Ah, eu andei com o reverendo Coleman, beijei a mensagem da mão dele. Oh, sim, eu andei com Perry Green, isso me faz diferente, logo, todo mundo é falso, eu verdadeiro”. 

         Algo me fez pensar: JESUS chamou Paulo para que esse problema da legitimidade fosse resolvido. A COLUNA DE FOGO autorizou Paulo a pregar, não Pedro, não Tiago, não o irmão Coleman, saudosa memória. Digo que não conhecemos outro MAIOR que JESUS, afirmo: William Branham foi o precursor do ministério do filho do Homem.   Encontramos muitas LINHAS DOUTRINÁRIAS, que pena, ter linha não é vindicação para ninguém. 

         Eu poderia nominar os pregadores de fantasia e suas maldades que nos fizeram, sim, com direito a responsabilidade civil e criminal, todavia, não cabe a mim ou a qualquer outro a justiça, senão a Deus. Sei quando um homem é falso, sei quando a doutrina que pregam saiu de um fogão de vaidades e personalismos. Sofri muito com homens que me afrontaram, mentiram, vilipendiaram e agrediram o ministério do meu pai e amigo Pastor João Pereira e o meu ministério ao lado dele.  Falei ontem ao pastor João Pereira que não tenho mais vontade de pregar, pois, muita gente que chegou ontem, a usar um jargão popular, já quer sentar ao lado da janela.

         Deus equipa um homem é com dores e angústias. Deus não é instrumento de barganha. Há 12 anos, escrevo nesse SITE, e já são mais de 5.000 cinco mil artigos. Minha decepção com os pregadores postergadores e procrastinadores é imensa. Vejamos onde chegamos…

Pastor Sérgio Ricardo 

falecom@avozdedeus.org.br

3puxada-02

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -