Image

Uma característica admirável no irmão Branham era sua postura equilibrada e de bom senso, ao contrário de quem tem um poder ou um dom e logo começa a mostrar-se ao invés de mostrar a Deus, o irmão Branham permaneceu humilde e simples até o fim de sua jornada. Lendo um artigo na Congress Library (Biblioteca do Congresso Americano), constatei algo que já me haviam dito: a foto tirada em Houston Texas em 1950 está lá como uma prova inconteste da vindicação do profeta por Deus. George Lacy, o perito que examinou os negativos da foto pelo FBI, disse uma frase extraordinária ao dar o laudo final sobre a foto: “Rev. Branham, o senhor vai morrer como qualquer mortal, porém enquanto houver cristianismo sua foto há de permanecer”.  "Rev. Branham, you will die like all other mortals, but as long as there is a Christian civilization, your picture will live on."

Image

Ao contrário do que vemos hoje, irmão Branham não era político-religioso, sempre lutou pela autonomia pastoral local de cada igreja, falou extremamente duro contra o nicolaismo e toda sorte de domínio eclesiástico que ferisse a liderança pastoral. O irmão Branham não era um faccionador de igrejas, alguém inconseqüente incapaz de medir a extensão dos seus atos e atitudes. Leia essa passagem da Mensagem A Fé Perfeita parágrafos 78 e 79 (25/08/1963):

“Porém Jesus viveu num mundo que ninguém conhecia nem entendia. Ele era uma pessoa muito rara. Viveu num mundo ou atmosfera de Fé Perfeita, no Deus Perfeito, o qual era ele mesmo. Se nós vivêssemos na Fé Perfeita do Cristão, o que somos, seríamos então como místicos aos do mundo. As pessoas não nos entenderiam. Caminharíamos no Espírito, faríamos o que o Espírito dissesse, e deixaríamos de fazer o que o Espírito nos proibisse. Então seríamos algo místico para o mundo. E assim é em realidade com todo verdadeiro crente; é um místico para o mundo. As pessoas não entendem porque vivem num mundo à parte. Jesus vivia num mundo onde ninguém podia chegar ou tocar. Os discípulos não O entendiam. Quando Ele lhes falava dizendo-lhes certas coisas, eles lhe respondiam: “Mestre, Tu falas em parábolas e nós não entendermos. Como pode ser isto?”É que eles não estavam no mesmo mundo Dele. Não lhe entendiam. Ninguém Lhe entendia. Então quando um homem vive por fé e caminha por fé (a substância), então ele está à parte de todo o mundo, e chega a ser uma nova criatura em Cristo; então estamos chegando ao material para formar a Noiva, isto é, às condições para sermos raptados. E isso é para cada um de nós, não somente para o pastor, os diáconos, os oficiais, mas para todo laico também; cada indivíduo caminha só neste mundo com Deus. Você é batizado neste Reino, e não há mais ninguém ali; somente você e Deus. Ele dá as ordens, e você às cumpre. Qualquer coisa que ele lhe diga, não existirá a menor dúvida; você seguirá adiante. Se o Senhor lhe diz alguma coisa, não haverá no mundo nada que lhe faça fazer o contrário. Você continuará igual. Agora está chegando à Fé Perfeita, perfeição que não pode falhar. Essa fé nunca falha. Então ele com sua Fé Perfeita foi um místico para eles; e hoje é o mesmo com aqueles que têm a mesma fé Perfeita: São místicos para os demais”.

Image

O irmão Branham fala da Terceira Puxada nesse trecho, uma vida exclusiva para Cristo, fora da Era de Laodicéia e suas emulações doutrinárias. Há um citação do profeta na Mensagem A Sempre Presente água na Rocha parágrafos 148 ao 151 (23/07/1961):

“Jesus, quando Ele esteve aqui na terra, quando Ele morreu, Sua alma desceu ao Inferno, “E pregou aos espíritos que estavam em prisão, as almas em prisão, que não se arrependeram no longo sofrimento dos dias de Noé.” Seus corpo foi para o sepulcro. Porém antes Dele morrer, Ele encomendou Seu Espírito nas mãos de Deus. Seu Espírito foi para Deus; Sua alma foi para o Inferno; e Seu corpo foi para o sepulcro. E Jesus foi barrado da ressurreição até que as Escrituras pudessem ser cumpridas. Ele não pôde voltar, porque Ele tinha que ficar no sepulcro por três dias e noites. Mas quando a Escritura foi cumprida, estas barras foram tiradas; Seu Espírito desceu para Sua alma, Sua alma para Seu corpo, e Ele ressuscitou novamente. E quando nós morremos, nossas almas irão sob o altar de Deus; onde eu fui privilegiado a ver, poucas semanas atrás, como vocês sabem, numa visão, onde a Bíblia fala. “Nossos espíritos irão para Deus Quem O deu, e nossos corpos retornarão ao pó da terra.” Mas algum dia, onde a Escritura é cumprida, nossos espíritos serão liberados de Deus, pegarão a alma, e a alma ao corpo. E o Poder que nos ressuscitará, está exatamente em nós agora! Nós estamos agora em lugares Celestiais. Nós estamos agora no Poder da ressurreição. Se não houvesse uma lei para isto, filhos e filhas de Deus criariam um mundo aqui fora e viveriam uma vida particular nele. Você tem o poder em si para fazer isto. Se você obteve uma sombra do Poder de Deus em você, você tem Poder para fazer isto. Deus é onipotente. Vêem o que quero dizer? O Poder que está em você fará. Você poderia falar um mundo à existência e ir viver nele. Aleluia! Aí está você. Isto é o que o Poder é na Igreja agora, porém é controlado por uma lei. E esta lei não é “guardando um grupo de mandamentos.” É uma lei de fé. Jesus disse, “Todas as coisas são possíveis aqueles que crerem”. E se você puder crer nisto, seja o que for que Deus conduzir sua alma a crer, isto é se. Cada lugar que a planta de seus pés puder se colocar, por fé, Deus te dá isto. Amém! Isto é seu você possui isto, se você puder encontrar a chave para esta lei de fé que abre isto a você. Você vê o que quero dizer? Aquele Poder é controlado por… Se você for um filho de Deus, você for uma filha de Deus, aquilo nunca te deixará. Fica contigo o tempo todo. Porém, sua fé se afasta Dele, mas Ele continua ali. Aleluia!”

Image

Ele não errou o alvo

A Terceira Puxada não tem explicação senão Fé na Palavra de Deus. Irmão Branham ao contrário de Oral Roberts, Billy Graham e tantos outros, permaneceu simples e humilde e não usou o Dom de Deus em causa própria. A abertura dos Sete Selos em 1963 foi um divisor de águas tão profundo que até hoje boa parte dos irmãos que crêem ser o irmão Branham um profeta não compreendem bem o Plano de Deus. Na mensagem Véu adentro de 01 de Janeiro de 1956 o irmão fala que a Terceira Puxada não seria personificada, ou seja, imitada. Isso quer dizer que será uma Vida conforme Gálatas 2:20. Como é próprio do diabo a protelação, quer ele jogar tal acontecimento para o futuro, no entanto a Voz profética nos dias de Paulo já utilizava o tempo verbal no presente. Há muitos cristos espalhados no mundo hoje. Mas quem tem a palavra final sobre a Mensagem do irmão Branham? Quem andou com ele? Quem prega mais bonito? Quem pregou primeiro? É oportuno lembrar do título da mensagem que abre a série sobre os Sete Selos: God Hiding Himself In Simplicity, Then Revealing Himself In The Same (Deus esconde-Se em simplicidade, então Revelando-Se na Simplicidade).  Devemos lembrar disso.

Image

Pr. Sérgio Ricardo

falecom@avozdedeus.org.br

Image

Irmão Branham no Sequoia National Park in central California 1959

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -