(Mensagem da Páscoa)

Quando pensamos estar abandonados!

18 Em primeiro lugar, ele era um homem velho, por volta dos noventa anos de idade, e ele havia sido tocado pela mão deDeus. Agora, nós sabemos que Deus não lhe havia tocado com a Sua mão, mas que Deus havia permitido que Satanás o tocasse.

Deus simplesmente tem agentes para fazer as coisas. Deus querendo que um mal seja feito, Ele simplesmente solta Satanás para fazê-lo. E se Ele deseja que o bem seja feito, Eletem os Seus servos que Ele solta para fazê-lo.

19 E Satanás havia tocado em Jó para um propósito: para testá-lo, porque ele e Deus haviam tido um debate.

E Deus disse a Satanás que: “Eu tenho um servo na terra; não existe ninguém como ele. Seja o que for que Eu lhe digo, ele o faz. Ele é um homem perfeito e um homem justo.”

20 Satanás disse: “Se Tu me deixares tê-lo, eu farei com que ele Te amaldiçoe diante de Tua face.”

21 Jó, sem saber que todas estas coisas estavam acontecendo, aquilolevou o patriarca a uma angústia profunda. Mesmo assim, de algum modo, quando ele ficou sem nada, ele continuou mantendo a sua posição em — em Cristo. “Eu sei que o meu Redentor vive,” disse ele.

22 Agora, nós passamos por estas situações. Todos nós passamos. E eu creio que hoje, estamostodos reunidos aqui para algo como aquele mesmo propósito. Estamos todos em montes de cinzas. Nós temos nossos problemas, nossas altas e baixas, e nossos — nossos momentos ruins, e nossas enfermidades, e nossas dores de cabeça, enossas decepções. Então chegamos assim de manhã, nesta manhã de Páscoa, para encontrar palavras de conforto, como Jó estava tentando encontrar nas de seus amigos.

23 Nenhum deles pôde lhe dar nenhum consolo. Por causa de seu problema, eles o estavam acusando de ser um pecador secreto. Então no meio de todo aquele problema, Deus veio socorrê-lo.

24 Jó estava questionando como ele sabia, não era somente a sua enfermidade, e problema, e dores de cabeça, por ter perdido a sua família e todos os seus bens, estava quase tirando a sua vida; mas ele era um homem velho, de idade bem avançada e sabendo que ele desceria até a sepultura e sabendo que ele cria que havia alguém que o trouxe à terra; ele simplesmente não podia vir aqui por si mesmo. E ele sabia que ele tinha vindo de um pai e uma mãe, mas ainda assim, aquele pai e mãe tiveram que ter alguém para trazê-los. E isto voltaria lá atrás ao original: “Quem trouxe o primeiro?”

25 E então ele se preocupou com isto. “É uma coisa estranha eu estar aqui, andando ao redor,uma vida superior a de um animal, e uma vida superior à vida de uma planta.” Mas encontramos ainda o que ele disse: “Se a árvore morre, ela vive novamente. E se uma — uma flor morre, ela viverá novamente.” Mas ele disse: “O homem deita; ele rende o espírito, e onde está ele?” Seus filhos vieram lamentar sobreele e prestar homenagem, e ele não percebeu aquilo. E ele estavaquerendo saber: “Qual era o problema que — que Deus deixariauma vida como aquela viver novamente, tal como as flores eplantas, mas não poderia o homem viver novamente? Tudo istolhe perturbava.

26 E se apenas extrairmos desta conclusãonesta manhã . . . E é para isto que estamos aqui. Nós ouvimos ahistória da Páscoa muitas e muitas vezes, e a lemos de um ladoao outro; e hoje, em seus programas radiofônicos, você ouvirádiferentes ministros abordar isto. Mas o que eu pensei para omeu pequeno grupo que o Senhor tem me dado, nesta manhã;eu trarei isto de um ponto de vista diferente se eu puder,chegando a um lugar: Por que passamos por estes problemas?O que faz estas coisas virem? Por que deve um cristão algumavez ficar atordoado? Por que tudo, simplesmente, não correperfeitamente para um cristão? Mas isto não acontece, e nóssabemos disto.

27 E às vezes temos mais problemas quando nos tornamos cristãos do que tínhamos quando éramos pecadores. Naturalmente está escrito: “Muitas são as aflições dos justos, mas Deus os livra de todas.” Deus prometeu muitas aflições, sentimentos estranhos, e coisas estranhas que poderiam estar além de nossa compreensão, mas isto sempre contribui para o nosso bem. Apenas não podemos entender isto, porque se entendêssemos, então isto não seria de fé para nós; nós seguiríamos com uma compreensão. Mas nós o fazemos, e nós temos isto, e cremos em Sua Palavra pela fé, que isto produzirá alguma boa coisa para nós. Se pudéssemos agarrar aquilo hoje, nesta — nesta manhã. Se pudéssemos agarrar todos os nossos problemas. . . E nenhum de nós está imune a eles. E se pudéssemos imaginar que aquelas coisas são para o nosso bem . . .

28 Está escrito em uma das Escrituras na Bíblia, que: “As provas que vêm sobre nós, são mais preciosas do que o próprio ouro, pois é Deus nos dando estes testes.” Depois que nos tornamos Sua propriedade, nossa confissão e nosso batismo, ou nossa promessa para andarmos em vida para Ele, então cada prova que vem sobre nós é para nos aperfeiçoar paraa Sua glória.É para nos trazer a um lugar onde Deus pode fazera Si Mesmo mais real a nós do que Ele já era antes da prova chegar.

falecom@avozdedeus.org.br

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -

Deixe seu comentário