Image

 

Sermon details
This Message by Brother William Marrion Branham called Wedding Ceremony was delivered on Saturday, 16th January 1965 in Tucson, Arizona, U.S.A.
The tape, number 65-0116W, is not available any more.
This text was taken from the 1999 Infobase, provided by
Voice Of God Recordings
P.O. Box 950, Jeffersonville, Indiana 47131 U.S.A.
Phone (812) 256-1177
Fax (812) 256-6187
Many thanks to Br.
Neil Halava and his team for their hard work.

E-1 [This wedding ceremony by Brother William Marrion Branham, took place at a house in Tucson, Arizona, Saturday evening at 7:00, January 16, 1965. The pianist plays I LOVE YOU TRULY and the WEDDING MARCH: and the minister, the groom and his attendants come forward; the BRIDAL CHORUS is now played as the bride's attendants come, followed by the bride–Ed.]
Who will I ask for, for this woman to be bride to this man?
[The bride's father answers, "I, her father."–Ed.]
Dearly beloved, we have gathered here in the face of this company, in the Presence of God, to join together in holy matrimony, this man and this woman, which is honorable, as declared by Saint Paul among all men. It is therefore not by any to be entered into unadvisably or lightly, but reverently, discreetfully, advisably, soberly, and in the fear of God.
Into this holy state these two persons present come now to be joined. If there's anyone here that can show a just cause why they should not be lawful joined in this holy matrimony, let them now speak or forever hold their peace.

E-2 I will require and will charge you both, as you will surely answer at the day of judgment when the secrets of all hearts shall be disclosed, that if either of you know any impediment why you should not be lawful joined together in this holy matrimony, do you now confess it, for be it assured unto you that any persons that are joined otherwise than God's Word does allow, their marriage is not lawful.
But believing that you have duly considered this solemn obligation that you are about to assume, that you have prepared to enter upon the same, reverently, discreetfully, wisely, and in the fear of God, I shall propose to you the marriage covenant. You will declare the same as you join your right hands.
[The groom and bride join their right hands together–Ed.]

 E-3 Will you take this woman to be your lawful wedded wife, to live together in this holy state of matrimony; do you promise to love, honor and cherish, in sickness and health, riches or poverty, and will forsake all others and cleave thee only unto her as long as you both live?
[The groom answers, "I will."]
Will you take this man to be your lawful wedded husband, to live together in this holy matrimony; do you promise to love, honor, cherish, in sickness and health, riches or poverty, and will forsake all others and cleave thee only unto him as long as you both live?
[The bride answers, "I will."]
I will require a token of you, that this covenant betwixt you, that's been made, will always be kept.
[Two rings are placed on the minister's Bible, then offered to the groom for the bride, then to the bride for the groom.]
Now, will you join your right hands together again, upon the Word of God.
Let us bow our head.

E-4 Almighty God, Who married the first man and woman in the garden of Eden, joining together Your own creation, we do realize today that this commission has been carried out down through the ages until this very wedding. And, Father, Thou art the only One Who can join hearts one to the other. And we pray, dear heavenly Father, as this has been done by Your wise counsel, that You have brought this young Christian boy and Christian girl together, to unite in this holy ceremony today, to be husband and wife to each other throughout life's journey, we pray that You will bless them, and bless their home. Make them an example, Lord, in the neighborhood to where they will make their home.
In this day that we live, when the divorce courts are so crowded and overrun with divorces, may it never be so with this young man and this young woman. God, grant that they'll be happy, healthy. Make them fruitful, Lord, and multiply to replenish the earth, as Thou did commission us to do at the beginning. And as Thou did bless Isaac and Rebekah, and they brought forth their faithful children, may it be so with this couple also, Father.
Bless them, we pray.

E-5 And now, by the power of my commission given to me by Almighty God, to be His servant, and ministered to me by an Angel, I pronounce this man and this woman, husband and wife, in the Name of Jesus Christ. Amen.
God bless you. You're married.
[The couple kiss, then face the congregation. The pianist begins playing the Wedding March–Ed.]
Whatsoever God joins together, let no man put asunder.
[The groom, the bride, and the attendants leave.]
Let us bow our heads.
Dear God, as we have witnessed today, that two hearts can still beat as one, and we have just performed this ceremony, and sent a young man and a young woman from their homes to go make a home of their own, we are minded, O God, of another great procession there will be someday, when Jesus comes to receive His Bride. And as we witnessed the little lady standing spotless in her bridal gown, O God, may we keep our souls unspotted from the things of the world, that we might be loved by Him Who is our Lover, when we come to that hour. Grant it, Lord. And we pray that Your blessings will be with each of us, and may we live for that time when we'll take part in the great event that this symbolizes. In Jesus' Name we pray. Amen.
Lord bless you.

E-6 Sister Simpson, I want to congratulate you for a fine son-in-law. It's like a wonderful man. And you too, Brother Simpson. The Lord bless you. Is the boy's mother here or father, one? Oh, fine. And I guess the children stand in congratulations…?… our brother-in-law said. Well, it looks like we should just continue and have church, doesn't it? All–all assembled and this would be a good time to preach (Wouldn't it?) after their marriage? Well, I–I just got to start off to Phoenix now and go up there to start some of it. Service is continued at the Westward Ho ballroom tomorrow afternoon. Ha-ha. Until then, the Lord bless you all.
Brother Dauch, it's really good seeing you again. Nice seeing you down. Where's sister? Is she in? Well, that's fine. Oh, yes, looking right straight at you. How are you?

 

                               Cerimônia de Casamento 2   

1-(Esta Cerimônia de Casamento pelo irmão William M. Branham teve lugar em uma casa em Tucson, Arizona, sábado às 19 horas no dia 16 de janeiro de 1965. A pianista toca: EU TE AMO VERDADEIRAMENTE e a MARCHA NUPCIAL: o ministro, o noivo e os seus acompanhantes entram, o CORAL NUPCIAL é tocado enquanto os acompanhantes da noiva entram seguidos por ela ED).  A quem peço por, por esta mulher para ser noiva deste homem?(O pai da noiva responde: “Eu, o pai dela”—ED).Querido e Amado, nós nos reunimos aqui frente a esta cena, na Presença de Deus, para unir em santo matrimônio, este homem e esta mulher, o que é honrável, como disse São Paulo, entre todos os homens. No entanto não entramos nisto de forma desaconselhável ou brilhante, mas reverentemente, de forma discreta e aconselhável, sobriamente e no temor de Deus.  Entramos neste santo estado duas pessoas se apresentam para se unirem. Se há alguém aqui que possa mostrar apenas um motivo pelo qual eles não possam unir-se legalmente neste santo matrimônio, fale agora, ou seja, responsabilizado para sempre.

2- EU REQUERO E RESPONSABILIZO AMBOS, vocês responderão no dia de julgamento quando os segredos de todos os corações serão descobertos, que se caso haja ou saibam de algum impedimento que não permita se unir legalmente em santo matrimônio, confesse agora, para que fique assegurado perante vocês pessoas que estão reunidas que isto não seja de outra forma do que  a Palavra de Deus nos mostra, se é de outra forma seu casamento é ilegal. Mas crendo que vocês pontualmente consideram esta solene obrigação que vocês estão prestes a assumir, que vocês estão preparados para entrar, reverentemente, discretamente, sabiamente e no temor de Deus, eu proponho a vocês o pacto do casamento. Vocês irão declarar o mesmo com as mãos direita juntas. (O noivo e a noiva juntam as mãos direita-ED).    

3- Você toma esta mulher para ser sua esposa e legalmente casado, para viver neste santo estado de matrimônio; promete amá-la, honrá-la e cuidá-la, na doença e na saúde, riqueza ou pobreza, e rejeitará todas as outras e será apenas dela pelo tempo que ambos viverem? (O noivo responde “SIM”). Você toma este homem para ser seu esposo legalmente, para viverem juntos em santo matrimônio, você promete amá-lo, honrá-lo, cuidar dele, na doença e saúde, riqueza ou pobreza, e rejeitará todos os outros e será apenas dele enquanto viverem? (A noiva responde “SIM”).EU REQUERO UM SINAL DE VOCÊS, QUE ESTE PACTO FIRMADO ENTRE AMBOS, QUE FOI FEITO, SEJA PARA SEMPRE GUARDADO.(Duas alianças são colocadas sobre a Bíblia do ministro, então oferecidas do noivo para a noiva, então da noiva para o noivo).    Agora, juntem suas mãos novamente sobre a Palavra de Deus. Vamos inclinar nossas cabeças.   

4- Deus todo-poderoso, Tu casastes o primeiro homem e mulher no jardim do Éden, unindo a Tua criação, nós entendemos hoje que esta comissão tem sido conduzida através das eras até este casamento. E Pai, Tu és o único que pode unir corações um com o outro. Nós oramos querido Pai celestial, como tem sido feito pelo Teu sábio conselho, unir nesta santa cerimônia hoje, sendo marido e mulher um para o outro enquanto durar as jornadas de suas vidas, oramos que Tu os abençoes, abençoe o lar deles. Faça deles um exemplo, Senhor, na vizinhança onde eles fizerem seu lar. Nos dias que vivemos , quando as côrtes de divórcio estão abarrotadas de pedidos de divórcios, conceda que isto nunca ocorra com este jovem homem e esta jovem mulher. Deus conceda que eles possam ser felizes, saudáveis. Faça-os frutíferos, Senhor, e que se multipliquem e povoem a terra, como Tu destes para nós esta comissão no princípio. E como Tu abençoaste Isaque e Rebeca, e eles conduziram através de seus filhos, possa isto ser com este casal também, Pai. Abençoe-os, nós oramos.

5- E agora, pelo poder de minha comissão dado a mim pelo Deus Todo-poderoso, sendo Seu servo, e ministrado a mim por um Anjo, Eu proclamo este homem e esta mulher, marido e mulher, em nome de Jesus Cristo. Amém. (O casal se beija, e se viram para a congregação. A pianista toca a Marcha Nupcial – ED). O QUE DEUS UNIU NÃO SEPARE O HOMEM.(O noivo a noiva e os acompanhantes deixam o local). Vamos curvar nossas cabeças.Querido Deus, como nós temos testemunhado hoje, que dois corações podem bater como se fossem um e temos apenas realizado esta cerimônia e enviado um jovem e uma jovem para seus lares para fazer um lar para eles próprios, pensamos, Oh Deus, de uma outra grande procissão que haverá algum dia, quando Jesus virá receber sua noiva. E como nós testemunhamos a pequena dama de pé pura em seu vestido de noiva, Oh Deus, mantenha nossas almas imaculadas das coisas do mundo, que possamos ser amados por Ele, Quem amamos, quando chegar aquela hora. Conceda isto, Senhor. Oramos que Tu abençoes cada um de nós, e possamos viver por aquele tempo quando nós tomaremos parte naquele grande evento simbolizado aqui hoje. No Nome de Jesus oramos. Amém. Deus abençoe vocês.

6- Irmã Simpson, eu quero parabenizar você por seu distinto genro. É um homem maravilhoso. E você também, irmão Simpson. O Senhor abençoe vocês. Esta é a mãe do rapaz, o pai dele?Oh, maravilhoso. Eu acho que o casal está recebendo os cumprimentos…?… Nosso cunhado disse. Bem, isto mostra como podemos continuar e ter uma igreja, não é? Todos—todos reunidos e isto pode ser um bom tempo para pregar (não poderia?) depois de seu casamento? Bem, eu—eu apenas irei para Phoenix agora e subir lá e ter alguns cultos. Os cultos continuarão no salão de HO WESTWARD pela tarde. Há-há. Até lá, o Senhor abençoe a todos. Irmão Dauch, é realmente bom vê-lo de novo. Bom vê-lo. Onde está a irmã? Ela está aqui? Bem, isto é maravilhoso. Oh, sim, olhando vocês. Como vão?              

Fim da mensagem.

Tradução Pastor Sérgio Ricardo

falecom@avozdedeus.org.br

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -