Em 2005 apostaram no fim dessa igreja, legitimamente pastoreada pelo pastor João Pereira dos Santos. Como acompanho o pastor há 28 anos, contrário a muitos que dizem lhe render apoio e o traíram e ainda o fazem, sou testemunha que um ministério que Deus levanta, suporta as mais difíceis adversidades.

 

Apostaram no fim do ministério desse homem em 2005, que falta de piedade!

Em 2005 apostaram no fim dessa igreja, legitimamente pastoreada pelo pastor João Pereira dos Santos. Como acompanho o pastor há 28 anos, contrário a muitos que dizem lhe render apoio e o traíram e ainda o fazem, sou testemunha que um ministério que Deus levanta, suporta as mais difíceis adversidades. Ora, as investidas foram muitas, de várias partes, utilizando-se de manobras pífias e de falta de ética ministerial que jamais tiveram e que sempre pregam. Pastor, infelizmente, virou sinônimo de status e de popularidade, onde pessoas que não tem o que fazer se envolvem em assuntos que não lhes compete.   Ao falar sobre ÉTICA, vejo que os “maiorais” que se dizem arautos da mensagem são os que menos conhecem a palavra e os que mais pecam com relação à aplicação da conduta pastoral. A igreja de Ceilândia foi alvo de ataques por todos os lados, dou-lhes o motivo: A TERCEIRA PUXADA. Alguns pensam que isso partiu do pastor João Pereira ou do irmão Coleman ou de qualquer um. Quero lhes informar que partiu da Abertura do Sétimo Selo que é JESUS CRISTO, o Anjo Forte de Apocalipse 10:1-3 que abriu o Livro e entregou ao profeta WILLIAM MARRION BRANHAM, profeta de Apocalipse 10:7.

prjoao-02

Ao dar meu testemunho, falo com resquícios das dores que senti e do aspecto emocional que me afetaram, pessoas que julgo indignas de carregarem um Bíblia e hoje, pelas circunstâncias, ocupam cargos que não deveriam. Nós não nos envergonhamos do EVANGELHO, aludo a Paulo aos Romanos. Quando vi a multidão de pessoas na Convenção de Julho, nos dias 17,18 e 19, fiquei tocado por Deus. Segundo a polícia militar de Brasília a quem devemos o apoio logístico, cerca de 1.500 pessoas assistiram por noite ao evento. Aqui, não cabia mais. Na internet, no domingo, chegamos a 15.000 acessos durante as transmissões, precisamos do apoio dos irmãos de Trinidad and Tobago para retransmitir. O agradecimento é GERAL, para quem orou, ofertou, cantou, chorou, participou, ficou com desejo de participar, para quem pregou, serviu as mesas, ajudou a secretaria, a administração, todos sejam honrados na PESSOA DO SENHOR JESUS CRISTO. Sou um sobrevivente, costumo dizer ao pastor João Pereira, pelo meu estado físico que por vezes me deixa aquém dos serviços. Legalmente gostaria de nomear as pessoas que mal fizeram a essa igreja, todavia, estaria descumprindo o mandamento de Jesus que ensina a PERDOAR. Na empáfia dos que nunca me pediram perdão, sabem eles que sou um qualquer, acham-se detentores da VERDADE. Ledo engano. Eu particularmente tenho muito a agradecer a todos, todos os irmãos que oram por mim e para que sempre me empenhe ao lado do honrado pastor João Pereira dos Santos. Quero agradecer em particular, todavia, com a permissão de todos, a uma pessoa que no momento mais difícil que passei, vez que telefones irrompiam na minha casa, para que deixasse o pastor João Pereira sozinho no barco, ao me julgarem um Judas, um telefonema, lembro-me do dia, confortou-me. Disse o colega: “Irmão Sérgio, não sei o que está acontecendo por aí, mas se você deixar o irmão João, você será uma decepção para Cristo”. Ele não me ligava fazia muitos anos, mas o fez no momento oportuno. Se sou uma decepção não sei, todavia, acompanho com lealdade ao pastor que me batizou, casou-me, apresentou meus filhos, casou o Serginho e apresentou o Josias Ricardo e fundamentalmente, prega a Palavra. Quem me ligou? O irmão Wanderley Pereira de Lemos, pastor em Belo Horizonte a quem reputo como amigo. Obrigado a todos em nome de Jesus Cristo e ao pastor João Pereira nosso anfitrião.

falecom@avozdedeus.org.br

prjoao-03

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -