(1ª parte)

Image

Dúvida (derivado do latim (dubitare) é um estado mental ou uma emoção entre acreditar e desacreditar. Ela é a incerteza ou desconfiança de um fato, uma ação, de uma asserção ou de uma decisão. Para que se estabeleça a dúvida em geral é necessário uma noção de realidade do fato em que existe a suspeita, e isto pode adiar a decisão de ações relevantes ao fato pois podem estar incorretas ou incompletas.Dúvida tende a ser totalmente racional e nos causa a hesitação de agir, sendo necessário aplicar métodos mais rigorosos para procurar eliminar a hesitação).

II Timóteo 3

1-Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.  Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. 6  Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;7  Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.8  E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles.10  Tu, porém, tens seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência,11  Perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia, em Icônico, e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou;12  E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.13  Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.14  Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,15  E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.16  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;17  Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Image

Quando o pastor João Pereira começou a pregar a abertura da Palavra, meados do ano 2000, antevia os problemas que enfrentaria. O entendimento do plano de Deus é espiritual embora tenhamos letra, tenhamos que ler, o entendimento é do Espírito Santo.  Enfrentou ele diversas situações oportunistas, reversas, no entanto, se posicionou ao lado da Palavra. Hoje o ambiente ainda é adverso, uma vez que os que não receberam de Deus se antepõem à Verdade das Escrituras usando o que resta quando cessa o argumento, a violência. Chamar um homem de falso é partir de um pressuposto de veracidade absoluta, penso que nenhum homem há que possa se dirigir assim a outrem. O pastor João Pereira não é o único no Brasil a pregar que os Selos já foram abertos e revelados, diversos outros pastores, movidos pela coragem do Espírito, pregam com ousadia o Evangelho que é do Senhor Jesus  Cristo. O aspecto doutrinário está exposto nas mensagens do irmão Branham e na Bíblia Sagrada. Malaquias 4:5-6, Lucas 17:30 e Apocalipse 10:7 já se cumpriram e com essas Escrituras Apocalipse 5 e Apocalipse 10:1-6 também já tiveram o cumprimento pois aquelas dependem destas. Quero analisar nesse artigo dois pontos pelos quais as pessoas se deixam conduzir pela incredulidade e não pela fé, o personalismo (nicolaismo) laodiceano e o personalismo dos espíritos de Janes e Jambres.

O Grupo certo é o errado

Enfaticamente afirmo que não vivemos no tempo do homem ungido, sim do povo ungido, Apocalipse 10:8-11. O ritualismo denominacional e os seus procedimentos tornam as pessoas presas dos credos e dogmas, os homens que lideram, passam uma imagem de piedade e conseqüentemente lideram pelo medo. Deus nunca estabeleceu um homem sobre outro com relação a domínio de Igreja, o pastor local é o líder local e não há outro.

84 – E eles vieram a mim, outro dia, disseram: “Irmão Branham,” sentado exatamente no escritório ali, o escritório da igreja. E ele disse um dos líderes, o Irmão Carlson e eles, disseram: “O que nós devemos fazer?” 85 – Eu disse: “Encontrem um homem que não tenha nenhuma reputação em toda denominação, para ser o pastor, que é simplesmente um irmão realmente bom, genuíno, dócil, humilde, que viva a vida. Deus cuidará do restante, está vendo.” Eu disse: “Um bom pastor que somente alimentará a ovelha, e será humilde e coisas assim, Deus fará o restante. Se você… Não algum grande sabichão entrando, que vai pôr isto em ordem, e isto tem que ser desta maneira, e cortando em volta das coisas.” Eu disse: “Isso nunca funcionará. Vocês simplesmente têm que…86 – Isso mesmo, cada peça na igreja deve trabalhar juntamente, e você deve sustentar a sua parte. De forma que nós vemos em que tempo nós estamos vivendo. Pode ser que estejamos mais perto do que nós pensamos estar.

Humilha-te

No Quíntuplo de Efésios o dom de pastorear parece ser o menor, mas é o que “sela” o povo.  Não existe “pastorzinho” ou Big One (O Grandão), pastor é pastor e não deve ser liderado por um grupo ou um pastor mandatário, isso se encontra nas Eras da Igreja:

Image

Pastor nos 5 ofícios é o que sela a Igreja

130 – Você se recorda que eu expus na Era de Éfeso que a palavra “Nicolaíta”, vem de duas palavras gregas: “Nikao” que significa “conquistar”, e “Lao” que significa o “Laicalismo”, isto é, os leigos. Nicolaítas significa “conquistar o laicalismo”. Ora, por que isto é uma coisa terrível? É terrível porque Deus nunca colocou Sua igreja nas mãos de uma liderança eleita a qual muda com a mente política. Ele tem deixado Sua igreja sob os cuidados de homens ordenados por Deus, cheios do Espírito, vivendo a Palavra, que lideram ao povo alimentando-os na Palavra. Ele não separou o povo em classes de modo que as massas fossem guiadas por um sacerdócio santo. É verdade que a liderança deve ser santa, mas igualmente o deve ser toda a congregação. Além disso, não há nenhum lugar na Palavra onde sacerdotes ou ministros ou tal mediador entre Deus e os homens, nem existe um lugar onde eles sejam separados na adoração ao Senhor. Deus quer que todos O amem e O sirvam juntos. O Nicolaitismo destrói estes princípios e em contraposição separa os ministros do povo e faz dos líderes senhores sobre o povo ao invés de servos. Ora, esta doutrina verdadeiramente começou como uma obra na primeira era. Parece que o problema estava em duas palavras; “anciãos” (presbíteros) e “supervisores” (bispos). Embora a Escritura mostre que haviam vários anciãos em cada igreja, alguns começaram (entre eles Inácio) a ensinar que a idéia de um bispo era um com preeminência ou autoridade e controle sobre os anciãos. Ora a verdade da matéria é que a palavra “ancião” significa quem a pessoa é, enquanto que a palavra “bispo” significa o ofício da mesma pessoa. O ancião é o homem. Bispo é o ofício do homem. “Ancião” sempre tem e terá sempre referência simplesmente à idade cronológica do homem no Senhor. Ele é um ancião não porque seja eleito ou ordenado, etc, mas porque ele é mais velho. Ele é mais maduro, treinado, não um noviço, de confiança por causa da experiência cristã. Mas não, os bispos não se prendem às epístolas de Paulo, mas ao invés disso vão ao registro de Paulo do tempo que ele chamou os anciãos de Éfeso a Mileto em Atos 20. No verso 17 o relatório declara, “os anciãos” foram chamados e depois no verso 28 eles são chamados bispos. E estes bispos, (sem dúvida, de mentalidade política e ansiosos pelo poder) insistiram que Paulo tivesse dado a significação de que “supervisores” eram superiores ao ancião local com capacidade oficial somente sobre sua própria igreja. Para eles um bispo estava agora com sua autoridade estendida sobre muitos líderes locais. Tal conceito não era nem Escriturístico nem histórico, porém até mesmo um homem da estatura de Policarpo inclinou-se em direção a tal organização. Assim, aquilo que começara como uma obra na primeira era se tornara agora uma doutrina literal e assim o é hoje. Os bispos reivindicam ainda o poder de controlar homens e lidar com eles como desejam, colocando-os onde bem entendem no ministério. Isto nega liderança do Espírito Santo que disse, “Aparta-me a Paulo e a Barnabé para a obra que os tenho chamado”. Isto é anti-Palavra e anticristo. Mateus 20:25-28:

Então Jesus, chamando-os para junto de si, disse: Bem sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e que os grandes exercem autoridade sobre eles. Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal; E qualquer que entre vós quiser ser o primeiro seja vosso servo; Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos. Mateus 20: 25-28. Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos.E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. Mateus 23: 8 – 9.

A Era de Pérgamo

Continuaremos.

falecom@avozdedeus.org.br

- Compartilhe -

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

- Artigos Recentes -